Pular para o conteúdo
Insights > Digital e tecnologia

Anúncios com amigos: Analisando os benefícios dos Anúncios Sociais

2 minutos de leitura | Março 2012

Como as redes sociais ganharam uma fatia maior de dólares de anúncios digitais, um diferencial chave que elas enfatizam para os anunciantes da marca é a capacidade de aproveitar o poder das recomendações de amigos quando se trata de compartilhar experiências e conteúdos.

Na semana passada, o Facebook introduziu novos produtos publicitários que destacam as conexões de amigos no site para tornar o marketing mais inerentemente social. Embora anúncios sociais estivessem anteriormente disponíveis no Facebook, o anúncio da semana passada significa uma ênfase ainda maior nesta forma única de publicidade.

Mas será que esses tipos de anúncios sociais oferecem alguma vantagem sobre seus pares não sociais? Para responder a esta pergunta, a Nielsen analisou* os resultados de 79 campanhas no Facebook durante um período de seis meses para determinar como os anúncios com mensagens sociais conseguiram chegar até o público. Anúncios sociais são aqueles que são servidos a usuários que têm amigos que são fãs ou interagiram com a marca anunciada e chamam a atenção para o relacionamento, enquanto anúncios não sociais são servidos ao restante da população do Facebook.

FacebookFansAds

Embora pesquisas anteriores da Nielsen tenham mostrado que os anúncios online tendem a ser notados e lembrados em geral, esta análise demonstra ainda mais que os anúncios sociais oferecem uma vantagem. Em média, os anúncios sociais geram uma elevação 55% maior na lembrança de anúncios do que os anúncios não sociais, embora os casos individuais possam variar.

DifferenceAdRecall

De acordo com uma pesquisa Nielsen 2011 sobre as atitudes dos consumidores em relação aos diferentes tipos de publicidade, 76% dos consumidores de Internet dos EUA disseram que confiam mais nas recomendações de seus conhecidos pessoais, enquanto 49% confiaram nas opiniões dos consumidores postadas on-line. Portanto, não deve ser surpresa que anúncios que fazem referência aos amigos de um consumidor sejam mais memoráveis do que anúncios tradicionais sem conteúdo social.

Com base nessa análise, cada vez mais anunciantes podem considerar o aproveitamento de anúncios com conteúdo social como um meio para melhor utilizar o poder da rede de consumidores engajados com suas marcas. Isto também serve como justificativa para os esforços dos comerciantes para criar mais pontos de conexão social com seus consumidores, pois suas marcas estarão melhor posicionadas para alcançar um grupo maior de prospects.

*Metodologia

Esta análise incluiu 79 campanhas em inglês no Facebook medidas pela Nielsen Online Brand Effect no segundo semestre de 2011. Para estudos neste período de tempo, a Nielsen identificou quatro tipos de respondentes:

  1. Usuários expostos que viram anúncios sociais
  2. Controlar usuários que teriam visto anúncios sociais (mas não devido a uma metodologia aleatória de retenção)
  3. Usuários expostos que viram anúncios não sociais
  4. Controlar usuários que teriam visto anúncios não sociais (mas não devido a uma metodologia aleatória de retenção)

Em seguida, a Nielsen calculou os elevadores em anúncios de recall social e não social com base nas diferenças entre os usuários expostos e os usuários de controle. Para ser incluído na análise, cada estudo tinha que atender a requisitos específicos de tamanho de amostra. Além disso, os outliers (resultados extremamente altos/baixos) foram removidos.