Pular para o conteúdo
Insights > Mídia

Gastos adicionais por setor: Os comerciantes de bens de consumo gastam muito

Leitura de 2 minutos | Janeiro de 2013

Apesar do crescimento global moderado nos gastos com publicidade, as empresas de bens de consumo de rápida movimentação (FMCG) continuaram a investir - e a investir mais - de acordo com o relatório trimestral da Nielsen Global AdView Pulse. O maior setor por participação no mercado de anúncios, com cerca de um quarto de todos os dólares gastos (25,1%), a FMCG viu um aumento de 6% nos gastos com anúncios em 2012 até setembro. À FMCG se juntaram as telecomunicações, a mídia e o setor automotivo como os principais setores para o crescimento dos anúncios em relação ao ano anterior.

FMCG: Os gastos de FMCG cresceram mais no terceiro trimestre (9,6%), impulsionados em grande parte pelo aumento da publicidade de alimentos e bebidas. A publicidade no Oriente Médio e na África contribuiu significativamente para estes ganhos, com um aumento regional de 41% nos gastos com os produtos de grande consumo no acumulado do ano.

Telecomunicações: A publicidade em telecomunicações, sem surpresa, continuou a liderar os setores para o crescimento dos gastos com publicidade no ano até agora (+6,6%).

Mídia: Dentro do setor de mídia, as emissoras gastaram 8,3% a mais em gastos com anúncios para 2012 até hoje. Este salto pode ser em parte devido a um aumento na publicidade das emissoras de radiodifusão em seus próprios canais, pois elas promovem seu conteúdo e preenchem os spots não vendidos a outros anunciantes.

Automotivo: O 3º trimestre é tradicionalmente grande para a indústria automotiva, já que o setor registrou um aumento de 6% nos três primeiros trimestres de 2012 durante o mesmo período em 2011.

Faça o download do relatório do 3º trimestre de 2012 Global AdView Pulse aqui.

Metodologia

Nielsen Global AdView Pulse mede os gastos com publicidade na TV, jornais, revistas, rádio, outdoor, cinema e publicidade na Internet. Alguns mercados podem excluir meios selecionados devido à disponibilidade de dados.

As fontes de dados externas para os outros países incluídas no relatório são:

Argentina: IBOPE

Brasil: IBOPE

Croácia: Nielsen em associação com a Ipsos

Egito: PARC (Centro Pan-Arabe de Pesquisa)

França: Yacast

Grécia: Serviços de mídia

Hong Kong: admanGo

Japão: Nihon Daily Tsushinsha

Kuwait: PARC (Centro Pan-Arabe de Pesquisa)

Líbano: PARC (Centro Pan-Arabe de Pesquisa)

México: IBOPE

Mídia Pan-Árabe: PARC (Centro Pan-Árabe de Pesquisa)

Portugal: Mediamonitor

Arábia Saudita: PARC (Centro Pan-Arabe de Pesquisa)

Espanha: Arce Media

Suíça: Nielsen em associação com a Media Focus

EAU: PARC (Centro Pan-Arabe de Pesquisa)