Pular para o conteúdo
Insights > Mídia

Como uma empresa de mídia viu o verde misturando visão e hábitos de gastos

1 minuto lido | Julho 2013

Não é surpresa que as afiliadas da rede e os anunciantes nos mercados locais se esforcem ambos para esticar seus orçamentos. É especialmente importante em áreas menores de mercado designado (DMAs), onde as redes locais lutam incansavelmente pela participação no mercado e até mesmo têm que lutar contra a percepção de que as plataformas de TV em rede oferecem uma oportunidade mais ampla para os dólares da publicidade. Considerando os riscos, as empresas que operam nos mercados locais estão sempre atentas a qualquer possível vantagem que possam usar em seu benefício.

Em um recente estudo de caso Nielsen e Scarborough realizado com a empresa de mídia de língua espanhola Entravision, um novo e único caminho para as carteiras coletivas dos consumidores foi aberto em um esforço para aumentar a receita publicitária. O estudo não se baseou simplesmente em demos tradicionais - como idade ou sexo - ele seguiu o caminho da compra em um esforço para alcançar o melhor consumidor.

Combinando os hábitos tradicionais de visualização dos consumidores e seu comportamento de compra nas categorias automotiva e de varejo, as estações Entravision no Texas (KORO), Nevada (KREN) e Califórnia (KPMR) não só foram capazes de alcançar os telespectadores de forma mais eficaz, como também alcançaram compradores e compradores. O resultado? As equipes de vendas de anúncios ganharam, aumentaram sua participação nos dólares dos anúncios da TV local e, o melhor de tudo, aumentaram a receita das emissoras.

Algumas das principais percepções incluem:

  • Mais de 28% do público do horário nobre da KREN gastará entre US$25K- US$30K em seu próximo veículo.
  • Os compradores de luxo que estão dispostos a gastar 45 mil dólares em seu próximo veículo representam 7% do público da KREN no horário nobre.
arquivo