Pular para o conteúdo
Insights > Digital e tecnologia

Marketing para a Mulher Moderna: Explorando a mulher australiana multi-tarefa e multi-tarefa

4 minutos | Lillian Zrim, Diretora Associada, Marketing Effectiveness & Cross Platform Insights, Nielsen | Julho 2015
{“order”:3,”name”:”subheader”,”attributes”:{“backgroundcolor”:”000000″,”imageAligment”:”left”,”linkTarget”:”_self”,”pagePath”:”/content/corporate/au/en/insights”,”title”:”Insights”,”titlecolor”:”A8AABA”,”sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/subpageheader”},”children”:null}

Historicamente, os homens têm impulsionado principalmente a adoção da tecnologia; entretanto, é a mulher moderna de hoje que está impulsionando o consumo em dispositivos emergentes e liderando a carga digital em certas áreas.

As mulheres conectadas sabem exatamente como aproveitar a tecnologia e navegar na paisagem digital para satisfazer suas necessidades e desejos, e as mulheres querem que as marcas falem com elas de uma forma que faça sentido em seu mundo. Compreender seus padrões de comportamento e preferências por dispositivos e plataformas dá às marcas uma melhor oportunidade de alcançar, engajar e influenciar esta poderosa demografia.

Em junho de 2015, havia nove milhões de mulheres on-line, representando 51% de toda a população on-line. As mulheres são mais propensas que os homens a se envolverem on-line, com mais da metade (57%) navegando regularmente nos perfis, e compartilhando mais do que os homens. Agora mais do que nunca, as marcas e anunciantes devem entender como, quando e onde se envolver com uma mulher australiana multitarefa, sociável e digitalmente confiante.

A última edição do Australia Connected Consumer Report indica uma verdadeira tenacidade das mulheres para se manterem conectadas através de muitos dispositivos, com uma tendência para celulares e tablets para portabilidade e conveniência. O relatório destaca picos claros de envolvimento ao longo do dia, bem como um forte apetite por conteúdo de TV entregue através de fontes tradicionais e online.

Amantes de celulares

As mulheres australianas estão ferozmente conectadas a seu telefone celular, usando-o para assistir e ouvir conteúdo, para permanecer ativas nas mídias sociais e para compartilhar através dessas plataformas. A propriedade de smartphones está no mesmo nível entre os sexos. Entretanto, enquanto os homens passam mais tempo online a cada semana do que as mulheres em geral, a parcela de tempo que as mulheres dedicam ao acesso à Internet através de seus smartphones supera de longe os seus homólogos masculinos.

Multi-Tarefa de mídia

É um fato bem conhecido que as mulheres são especialistas em multitarefas. Isto também é visto em seus hábitos de consumo de mídia, com três em cada cinco (60%) assistindo simultaneamente à TV e usando a Internet diariamente ou quase todos os dias (em comparação com 56% dos homens). As mulheres são comumente encontradas entre 18h e 22h; proporcionando uma oportunidade perfeita para que as marcas se envolvam com elas de forma significativa tanto através da TV quanto da mídia online.

Laptops, telefones celulares e tablets são as "segundas telas" chave para as mulheres e, de fato, as mulheres têm agora um pouco mais de probabilidade de possuir um dispositivo tablet do que os homens, uma tendência que mudou pela primeira vez no ano passado.

Borboletas sociais

O celular é uma colmeia de atividades para as mulheres, e elas têm maior probabilidade de fazer uso regular de aplicativos de comunicação e sociais, enquanto os homens têm maior probabilidade de usar aplicativos de compras e com foco comercial.

A mídia social também é um lugar-chave para as marcas se envolverem com as mulheres, pois elas adoram compartilhar e discutir através de plataformas sociais. As mulheres são consideravelmente mais propensas do que os homens a navegar regularmente nos perfis das mídias sociais (57% de mulheres contra 46% de homens semanalmente ou com mais freqüência) e usar botões de "compartilhamento" para compartilhar conteúdo (23% de mulheres contra 20% de homens semanalmente ou com mais freqüência). Fêmeas e homens são igualmente propensos a se conectar com marcas e empresas através das mídias sociais, destacando o apelo do social para todos. É importante notar que mais mulheres estão ativas no Facebook, Instagram e Pinterest, e embora o Facebook ainda seja a plataforma social dominante entre os homens australianos, eles complementam isso com o YouTube, Google+ e LinkedIn. Homens e mulheres estão no mesmo nível quando se trata do Twitter. A popularidade das mídias sociais entre as mulheres e sua clara base no repertório diário destaca uma clara oportunidade para as marcas usarem essas plataformas como um veículo para se engajar, criar lealdade e permanecer no topo da lista.

Líderes tecnológicos

Os artigos de uso também são cada vez mais atraentes para a população feminina, com uma propriedade geral ligeiramente maior do que a masculina. O Samsung Galaxy Gear e o Sony Smartwatch são as marcas mais populares entre os dois sexos; entretanto, o FitBit é muito mais popular entre as fêmeas, enquanto os machos tendem mais para a faixa de combustível Nike. O Wearables certamente irá aumentar com a introdução do AppleWatch, e o papel que o conteúdo da marca terá na tecnologia wearable se tornará mais importante ao longo de 2016.

Apesar deste movimento em direção a novas tecnologias, a mídia tradicional continua sendo importante; 91% das mulheres ainda vêem conteúdo de TV via TV tradicional regularmente (um pouco mais alto que os homens), enquanto os homens são mais propensos que as mulheres a ver vídeo sob demanda (71% semanalmente contra 62% das mulheres). Os homens também são mais propensos a obter vídeo sob demanda através de serviços de assinatura como Netflix, bem como redes de pirataria, enquanto as mulheres são mais propensas do que os homens a ver vídeo sob demanda através dos serviços de captação oferecidos através de emissoras locais.

Sobre o Relatório Australiano Nielsen Connected Consumers Report, 2015 O Relatório Nielsen Australian Connected Consumers Report 2015 é uma ferramenta única na indústria para orientar a estratégia de marketing e mídia de sua empresa em alinhamento com os consumidores conectados de hoje. As percepções e conjuntos de dados abrangentes fornecem à sua empresa uma capacidade única de identificar os principais segmentos de audiência e mergulhar profundamente em seus dispositivos e consumo de conteúdo entre plataformas, comportamentos de compra e influências, e a forma como interagem com as marcas. 

Ter mais de 17 anos de dados históricos do relatório anual Nielsen Australian Connected Consumers permite ver como as tendências mudaram, bem como prever o que está ao virar da esquina - para que você possa capturar e maximizar as oportunidades deste consumidor cada vez mais conectado.

Clique aqui para saber mais sobre como você pode adquirir o relatório.