Pular para o conteúdo
Percepções > Audiências

Mulheres afro-americanas: Nossa Ciência, Sua Magia

1 minuto lido | Setembro 2017

#BlackGirlMagic é tendência nas mídias sociais e na vida real. O que isso significa? Recentemente, um editor da Essence Magazine o definiu como: "Um termo usado para ilustrar o espanto universal das mulheres negras". Embora tenha começado como um hashtag da mídia social e um apelo para que mulheres e meninas Negras compartilhem imagens, idéias e fontes de orgulho em si mesmas e em outras mulheres Negras, também se tornou uma ilustração do lugar único de poder das mulheres Negras na intersecção da cultura, do comércio e da consciência.

Este relatório é o sétimo olhar da Nielsen sobre os consumidores afro-americanos e a segunda vez que concentramos nossa atenção nas mulheres negras. Agora, mais do que nunca, as preferências dos consumidores afro-americanos e as afinidades de marca das mulheres estão ressoando em todos os EUA, levando o poder total de consumo negro a um recorde de US$ 1,5 trilhão até 2021. Com 24,3 milhões de habitantes, as mulheres negras representam 14% de todas as mulheres americanas e 52% de todas as afro-americanas. Em meio aos dados que relatam seu crescimento constante em população, renda e nível de educação, a principal preocupação dos comerciantes e criadores de conteúdo é manter "valor e valores" no topo da cabeça quando se pensa neste segmento de consumo.

Um princípio fundamental da Black Girl Magic é sua perseverança contra ventos de proa socioeconômica, e seus ganhos em empreendedorismo e sucesso acadêmico contribuem diretamente para que ela seja o motor econômico da comunidade negra. Este relatório oferece dados e insights sobre a capacidade da mulher negra de conduzir categorias de produtos e mudar a cultura - e fazê-la parecer mágica.