Pular para o conteúdo
Insights > Mídia

Estudo de caso: The Economist prova o poder do marketing

1 minuto lido | Julho 2018

Em uma indústria desafiada pelo rápido declínio da receita publicitária, editoras líderes como a The Economist se voltaram para um primeiro negócio de assinatura a fim de impulsionar o crescimento. A editora usa uma mistura de táticas de marketing tradicional e digital para capturar novos assinantes, mas teve dificuldade em entender o verdadeiro impacto de seu crescente gasto com marketing em meio a um número cada vez maior de pontos de contato do consumidor.

Modelos simplistas de atribuição de último clique eram fáceis de usar, mas ofereciam visibilidade limitada sobre a eficácia dos investimentos de túnel superior como TV e display, ou quando ao tempo, atividades de marketing para otimizar o desempenho. Quando a editora procurou expandir sua base de assinantes nos EUA e Reino Unido, a empresa recorreu à Nielsen para entender melhor qual de suas táticas estava funcionando bem, e como melhor alocar seu crescente orçamento de marketing para maximizar as assinaturas no futuro.