Pular para o conteúdo
Centro de Notícias > Diversidade

Nielsen incluída no Índice Bloomberg de Igualdade de Gênero para o Terceiro Ano Consecutivo

2 minutos ler | Fevereiro 2021
Bloomberg Gender-Equality Index 2021

Estamos orgulhosos de ser incluídos no Índice Bloomberg de Igualdade de Gênero (GEI) de 2021, que acompanha pelo terceiro ano consecutivo o desempenho financeiro das empresas públicas comprometidas em apoiar a igualdade de gênero através do desenvolvimento de políticas, representação e transparência.

O Índice 2021 inclui 380 empresas globais, abrangendo 11 setores de indústrias como pesquisa de mercado, bancos, serviços ao consumidor, engenharia e varejo, sediadas em 44 países e regiões.

O GEI aumenta a visibilidade em uma área anteriormente opaca de relatórios ambientais, sociais e de governança (ESG) de empresas públicas. Para ser incluído, o índice de referência mede a igualdade entre os gêneros em cinco pilares: liderança feminina e canal de talentos, igualdade de remuneração e paridade salarial, cultura inclusiva, políticas de assédio sexual e uma marca pró-mulher. 

"A Nielsen está entusiasmada em ser reconhecida na GEI de 2021 por nosso compromisso e progresso na promoção da igualdade de gênero através do desenvolvimento de políticas, representação, transparência e liderança", disse Sandra Sims-Williams, vice-presidente sênior de Diversidade, Equidade e Inclusão da Nielsen. "De fato, diversidade, eqüidade e inclusão são o próprio coração e a alma da Nielsen. Estar neste índice nos diz que estamos no caminho certo e que precisamos continuar a fomentar uma cultura de trabalho eqüitativa e inclusiva".

O compromisso da Nielsen com a igualdade de gênero começa no topo da nossa diversificada Comissão Executiva, incluindo quatro membros do sexo feminino (de um total de nove membros). Três de nossos líderes organizacionais são etnicamente diversos. Nos Estados Unidos, oferecemos 12 semanas de licença parental (também para pais adotivos) e mais oito semanas para mães natais. Temos uma política global de não discriminação que garante igualdade de oportunidades para associados LGBTQ+ em todos os mercados da Nielsen. 

Como parte da indústria da mídia, Nielsen acredita que temos um imperativo de educar e capacitar as mulheres, assegurando que suas histórias estejam sendo contadas - seja em notícias, dramas fictícios ou documentários. É por isso que lançamos o Inclusion Analytics, uma ferramenta que medirá especificamente a diversidade das pessoas na frente e atrás da câmera. O relatório mais recente da Nielsen revelou que as mulheres com mais de 50 anos de idade não estão bem representadas. Elas têm 60% menos probabilidade de se verem a si mesmas na programação do que na população em geral. Nos EUA, as mulheres constituem 20% da população e 20% de todos os telespectadores de TV, mas têm menos de 8% de participação na tela. Esperamos que isto mostre aos estúdios, redes e criadores de conteúdo que há uma oportunidade de envolver melhor este público.

Para mais informações sobre as políticas e práticas do ESG da Nielsen, por favor, visite nosso Relatório de Responsabilidade Global da Nielsen.