Pular para o conteúdo
Centro de Notícias > Diversidade

2019 Diferença de pagamento entre os sexos

4 minutos de leitura | Abril 2019

Em abril de 2017, o governo introduziu novas regulamentações relativas à diferença salarial entre os sexos (GPG) com o objetivo de incentivar as empresas britânicas a tomar medidas para fechar qualquer lacuna que exista. Este ano, cerca de 9.000 empregadores no Reino Unido, tanto do setor público como do privado, publicarão seus dados de GPG.

Neste relatório, fornecemos informações GPG para a ACNielsen, que é nossa maior entidade empregadora no Reino Unido e, como empregador britânico com mais de 250 funcionários, está sujeita a estes regulamentos. Nossa divulgação do GPG compara a remuneração média horária das mulheres com a média horária dos homens em toda a ACNielsen.

Desde a publicação de nossos resultados GPG de 2017, fizemos grandes progressos para fechar ainda mais a lacuna. Nossos resultados para 2018 mostram que a taxa horária mediana para as mulheres é 2,9% menor que a taxa horária mediana para os homens. A taxa horária média para as mulheres é 9,5% menor do que a taxa horária média para os homens. No pagamento de bônus, a diferença entre a média e a mediana do bônus pago às mulheres em comparação com os homens é de 26,5% e 26,4%, respectivamente.

O principal condutor de nosso GPG é que mais de nossas funções principais são ocupadas por homens. Este é um desequilíbrio do qual estamos conscientes e temos trabalhado ativamente para corrigir com uma série de iniciativas em andamento. Desde 2016, reduzimos nossa mediana e média do GPG em 6 pontos percentuais e estamos empenhados em reduzi-lo ainda mais. Em nível global, nosso CEO David Kenny assinou a promessa do CEO da Rede LEAD (Leading Executives Advancing Diversity), que ressalta o compromisso da Nielsen de aumentar o número de mulheres em cargos de liderança sênior em nível global.

Estamos orgulhosos de nosso compromisso com a diversidade e a inclusão, que foi reconhecido com nossa nomeação, mais uma vez, para a lista dos 50 Melhores Empregadores Inclusivos do Reino Unido, que ocupa o 19º lugar, seis posições acima do ano passado. Somos também um membro ativo do UK National Diversity Awards como patrocinador e trabalhamos ao lado de uma forte rede de empresas que compartilham a mesma paixão e compromisso com a diversidade dentro do local de trabalho.

Nós promovemos uma cultura inclusiva para atrair e reter os melhores talentos. Nossa filosofia de remuneração baseia-se no pagamento justo e consistente com base no tamanho do papel e no desempenho individual - é neutra em termos de gênero.

Aqui estão algumas das principais ações que tomamos:

Avaliamos regularmente a remuneração global e as decisões tomadas sobre remuneração para homens e mulheres em funções semelhantes, a fim de garantir que estamos vivendo de acordo com nossos padrões de justiça e consistência.

  • Paridade no recrutamento: Pela primeira vez, nossa população associada é composta por mais mulheres do que homens e temos visto mais mulheres progredir em cargos seniores ao longo do último ano. O treinamento para entrevistas de recrutamento, o treinamento de preconceitos inconscientes e o monitoramento da admissão de gênero em toda a empresa continua.

  • Atrair e reter mais mulheres em cargos seniores: Trabalhamos de perto com a Women In Nielsen (WIN), um grupo de recursos de funcionários dedicado a apoiar, conectar e capacitar as mulheres para construir carreiras bem-sucedidas e gratificantes dentro da Nielsen. Eles aconselham sobre nossas políticas, procedimentos e planos de progressão para garantir a igualdade. Implementamos um programa de mentoria para conectar homens e mulheres de alto desempenho em toda a empresa e, desde 2017, temos visto uma melhoria de 12 pontos percentuais no equilíbrio de gênero dentro das funções seniores da Nielsen no Reino Unido.

  • Retornando ao trabalho: Continuamos oferecendo um bônus de retorno ao trabalho para encorajar as mulheres a voltar ao trabalho após a maternidade. Também operamos uma Rede de Amigos de Retorno ao Trabalho para melhor apoiar sua transição de volta ao trabalho.

  • Criando um ambiente positivo: Continuamos a oferecer e promover práticas de trabalho flexíveis e ágeis para que tanto homens como mulheres possam equilibrar melhor os compromissos domésticos e profissionais. 49% dos funcionários do Reino Unido agora desfrutam de trabalho flexível. Promovemos um local de trabalho totalmente inclusivo e diversificado e vivemos segundo nosso ethos de "Você pode ser Você", incentivando todos os nossos associados a trazer todo o seu ser para o trabalho.

Continuamos a melhorar e através do trabalho que temos feito nos últimos três anos, temos uma melhor compreensão do que precisa ser abordado e como o conseguiremos.

Cathy Earle, Diretora de RH Reino Unido e Irlanda

Confirmamos que os dados informados são precisos. De acordo com a Equality Act 2010 (Gender Pay Gap Information) Regulations 2017, a AC Nielsen Limited é obrigada a realizar o Relatório de Diferenças de Gênero.